Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Palestra

Representante da Embaixada da Austrália ministra palestra no câmpus

Publicado: Quarta, 03 de Outubro de 2018, 14h13 | Última atualização em Quarta, 03 de Outubro de 2018, 14h16

No dia 26 de setembro de 2018, o IFSP, Câmpus Caraguatatuba, recebeu a visita ilustre da Oficial de Educação do Governo Australiano, Excelentíssima Senhora Luísa Neves, que ministrou a palestra no tema "Possibilidades de Estudo e Pesquisa na Austrália para a área STEM" (da sigla em inglês referente à Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática).

Exmª. Srª. Luísa Neves, Oficial de Educação do Governo Australiano, na abertura da palestra.

A oportunidade surgiu a partir do convite do curso de Engenharia Civil, que compõe o Grupo de Engenharia, Tecnologia, Inovação e Sustentabilidade (GETIS). O grupo de pesquisa é certificado pelo Diretório de Grupos de Pesquisa no Brasil e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e visa intensificar o fomento à pesquisa aplicada e o desenvolvimento de práticas inovadoras na instituição (CNPQ, 2018). Para isso, o estabelecimento de parcerias é essencial. As parcerias colaborativas de pesquisa são amplamente amparadas pelo Departamento de Educação do Governo Australiano, por meio do patrocínio de diversas bolsas de pesquisa na Austrália oferecidas anualmente para candidatos de todo o mundo. No GETIS, duas instituições australianas  já vêm desenvolvendo pesquisa conjunta com alguns membros do grupo: a  Curtin University, com a Profª Drª Nicole de Castro Pereira, e a Swinburne University of Technology, com a Profª Drª Vassiliki Terezinha Galvão Boulomytis, onde as docentes realizaram os seus respectivos programas de doutoramento.

Professores da Engenharia Civil com a palestrante no Laboratório de Geomática: Prof. Dr. José Américo, Prof. Me. Júlio, Prof. Me. Samir, Profª. Drª. Vassiliki, Profª. Drª. Samara, Exmª. Srª. Luísa Neves, Profª. Patrícia, Profª. Drª. Nicole e Profª. Me. Jéssica (da esquerda para a direita).

Apesar das dimensões continentais, a Austrália possui apenas 24 milhões de habitantes. É um país relativamente jovem. Foi descoberta pelo Capitão Inglês James Cook em 1770 e a primeira colônia foi estabelecida somente em 1830, na região de South Australia (Australian Government, 2018b). Mesmo com tão pouco tempo de colonização, o país já apresenta um reconhecido nível de excelência em educação e pesquisa: dentre as 41 universidades do país, 7 estão entre as Top 100 e 22 estão entre as Top 400 do Ranking mundial (QS, 2018).

Na palestra, foi inicialmente apresentado o panorama do sistema de pesquisa aplicado na Austrália, evidenciando a estrutura organizacional que vincula as universidades, os empreendedores e as agências de pesquisa aos departamentais governamentais. Há diversas possibilidades de pesquisas colaborativas com a Austrália (Australian Government, 2018c). Segundo a Exmª. Srª. Neves, além de promover a expansão da rede de conhecimento e propiciar a resolução de problemas bilaterais de forma eficiente e inovadora, as parcerias acadêmicas também alavancam o impacto das publicações conjuntas mundialmente.

O programa "Endeavour Leadership Program (ELP)" foi o tema principal da palestra, já que o mesmo está com chamada aberta neste momento para os projetos que iniciarão em 2019 (período de inscrição entre 20 de setembro e 15 de novembro de 2018). Anualmente, o ELP seleciona bolsistas para a realização de pós-graduação, pesquisa e capacitação em instituições australianas. As bolsas deste programa são integrais e, atualmente, o Brasil é tido como um dos países prioritários no processo seletivo de propostas de pesquisa. Na rodada de 2019 do ELP, aproximadamente AU$27 milhões financiarão as atividades de liderança para a mobilidade dos candidatos contemplados entre o seu país de origem e a Austrália (Australian Government, 2018a)

No auditório, participaram mais de 100 alunos e professores, fundamentalmente da área de STEM, que no caso do Câmpus são: Análise e Desenvolvimento de Software, Engenharia Civil, Física e Matemática.

Participantes durante a palestra no auditório do IFSP, Câmpus Caraguatatuba.

Após a realização da palestra, uma sessão de perguntas foi aberta, onde foram abordados os seguintes assuntos: diferenças e similaridades culturais entre os dois países, barreira do idioma para a participação dos programas de colaboração, cronograma para o planejamento das propostas de pesquisa, existência de bolsas durante a graduação, documentação necessária para a candidatura, diferenças com o programa Ciência sem Fronteiras e perspectivas de futuras parcerias com o IFSP. O escopo da palestra foi atingido com sucesso, uma vez que os alunos e professores participantes obtiveram informações relevantes referentes às possibilidades de pesquisa e mostraram-se muito estimulados para a elaboração de futuros projetos conjuntos com instituições australianas.

Grupo entusiástico de alunos e professores do IFSP, Câmpus Caraguatatuba, com a Exmª. Srª. Luísa Neves após a palestra.

Referências Bibliográficas:

Australian Government  (2018a). Department of Education and Training. Endeavour Leadership Program. Disponível em: https://internationaleducation.gov.au/Endeavour%20program/Scholarships-and-Fellowships/Pages/default.aspx. Acesso em: 28 set. 2018.

Australian Government (2018b). Department of Foreign Affairs and Trade - DPFAT (2018). Australia in Brief. Disponível em: https://dfat.gov.au/about-us/publications/Documents/australia-in-brief.pdf). Acesso em 02 out. 2018.

Australian Government  (2018c). Partnering with Australia on innovation,Science and research. Disponível em: https://www.science.gov.au/international/CollaborativeOpportunities/Documents/Partnering-with-Australia-on-Innovation-Science-and-Research.pdf. Acesso em 28 set. 2018.

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq (2018). Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil. Grupo de Engenharia, Tecnologia, Inovação e Sustentabilidade - GETIS. Disponível em: http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/8459298358851759. Acesso em 25 set. 2018.

Quacquarelli Symonds Limited - QS (2018). World University Rankings 2019. Disponível em: https://www.topuniversities.com/university-rankings/world-university-rankings/2019. Acesso em: 28 set. 2018.


Fonte: Profa. Dra. Vassiliki Terezinha Galvão Boulomytis

registrado em:
Fim do conteúdo da página