Ir direto para menu de acessibilidade.

Em destaque

Início do conteúdo da página
Cinedebate

Programa de Extensão “Cinedebate” é tema de entrevista na Rádio Antena 8 FM

Criado: Quinta, 05 de Outubro de 2017, 16h59 | Última atualização em Quinta, 05 de Outubro de 2017, 16h59

O programa de extensão “Cinedebate e atividades de educação científica e cultural” foi o tema de uma entrevista concedida pelo Prof. Dr. Ricardo Roberto Plaza Teixeira ao jornalista José Américo Câmera da Rádio Antena 8 FM (que tem sua sede no bairro do Morro do Algodão, em Caraguatatuba), no dia 27 de setembro de 2017, quarta-feira, entre 8h30 e 10h da manhã. Este programa de extensão é coordenado pelo professor Ricardo Plaza no âmbito do câmpus de Caraguatatuba do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) e conta com financiamento de recursos viabilizados pela Pró-Reitoria de Extensão (PRX) do IFSP, para compra de material permanente e de consumo, bem como para as bolsas de extensão de oito estudantes universitários que são bolsistas do programa e ajudam a realizar as atividades planejadas: Kauã Estevam Cardoso de Freitas, Rodrigo Henrique Revelete Godoy, Thiffany Souza do Nascimento, Diego Corrêa Peres de Souza, Rafael Honório Morais de Oliveira, Rafael do Nascimento Sorensen, Julia Cristina Barbosa Lucoveis e Juliana Caroline da Silva Sousa (os sete primeiros estudam no curso de Licenciatura em Física do IFSP-Caraguatatuba, enquanto Juliana é estudante do curso de Licenciatura em Matemática). Além destes 8 bolsistas de extensão, outros 4 bolsistas de iniciação científica orientados pelo professor Ricardo Plaza também colaboram ativamente para as atividades realizadas por este programa de extensão: João Pereira Neto, Adriana de Andrade, Rafael Brock Domingos e Izabela Duarte.

Professor Ricardo Plaza e jornalista José Américo

O convite partiu do jornalista José Américo que já participou de dois cinedebates que ocorreram, um sobre o documentário “Lute como uma menina” em 2016 (sobre as ocupações realizadas por estudantes de escolas no estado de São Paulo) e outro sobre o documentário “Marighella” em 2017 (sobre a luta de resistência contra a ditadura militar). José Américo afirmou que esta é uma iniciativa muito importante para disponibilizar atividades culturais para a população em geral e para refletir sobre temas que devem ser discutidos com o objetivo de construir uma sociedade mais solidária e menos intolerante. Acompanhando o professor Ricardo Plaza, o bolsista João Pereira participou da entrevista também, pois ele colabora com atividades envolvendo a exibição e discussão de filmes ou documentários no IFSP-Caraguatatuba desde o ano de 2014 quando ingressou no curso de Licenciatura em Matemática do IFSP-Caraguatatuba.

Professor Ricardo e estudante João na Rádio Antena 8 FM

Questionado inicialmente sobre a história do IFSP, o professor Ricardo Plaza lembrou que esta é uma instituição centenária, mas que até o ano de 2002 tinha somente 3 câmpus no estado de São Paulo e que agora, com a forte expansão que ocorreu nos últimos 15 anos, o IFSP tem cerca de 36 câmpus; mais especificamente, foi lembrado que o câmpus de Caraguatatuba foi criado há aproximadamente 10 anos. O professor Ricardo defendeu o ponto de vista que esta expansão das universidades e institutos federais que ocorreu no país todo foi e será muito importante para o desenvolvimento científico e tecnológico do país e é fundamental que esta expansão continue nos próximos anos. O jornalista perguntou também sobre a crise no financiamento de setores como educação, ciência e cultura que vem ocorrendo nos últimos tempos: a este respeito o professor Ricardo ressaltou que recursos para estas áreas deveriam ser vistos como investimentos no futuro da nação e não como custo, e que é muito importante lutar pela valorização das verbas destinadas para estes setores. Contextualizando o problema vivido, o professor Ricardo Plaza exemplificou com o próprio programa de extensão que coordena, que tinha dez bolsistas em 2016 e agora em 2017 infelizmente só tem 8 bolsistas.

O programa de extensão “Cinedebate e atividades de educação científica e cultural” tem duas vertentes. Uma destas vertentes é constituída pelas sessões de cinedebates realizadas geralmente no auditório do IFSP-Caraguatatuba, com a exibição de filmes e documentários pré-selecionados seguida por uma discussão a respeito dos temas abordados, que ocorrem em dias e horários os mais variados possíveis. A outra destas vertentes é constituída pelas atividades de educação e divulgação científica, baseadas em palestras sobre temas de fronteira da física e da astronomia, elaboradas pelos bolsistas a partir de vídeos, imagens e simulações, e realizadas em escolas da região, com o objetivo de despertar o interesse de crianças e adolescentes por temas e assuntos científicos.

Durante a entrevista foram citados alguns dos 100 cinedebates já realizados e apresentadas algumas obras cinematográficas que serão exibidas nos próximos cinedebates. A este respeito foi informado que a programação dos cinedebates que ocorrerão está sempre disponível em um espaço próprio para este programa de extensão existente no site da instituição: www.ifspcaraguatatuba.edu.br. Foi explicado também acerca dos diversos conteúdos das palestras elaboradas pelos bolsistas sobre temas científicos (ciência na ficção científica, vida das estrelas, uso de simulações no ensino de física e de astronomia, experimentos de baixo custo, aceleradores de partículas, a presença das mulheres na ciência, teorias sobre o universo, energia e matéria escura, etc) e sobre as escolas estaduais de ensino médio da região onde já foram realizadas estas atividades de educação e divulgação científica em 2017, tais como Maria Ester, Dr. Eduardo, Bernardino, Trombini, Frúgoli e Alcides.

O bolsista João Pereira explicou um pouco a respeito dos temas que vem estudando (Buracos Negros e Ondas Gravitacionais) e lembrou que já apresentou sua palestra, que conta com a exibição de diversos vídeos, para diferentes escolas de todo o litoral norte paulista, inclusive dentro do Centro de Detenção Provisória de Caraguatatuba.

Ao final o professor Ricardo Plaza reafirmou que estimular o interesse de nossos jovens pelo conhecimento científico e pela cultura colabora para que a sociedade progrida em termos econômicos e sociais, pois ajuda no desenvolvimento científico, tecnológico e humano ao melhorar os padrões educacionais das escolas de educação básica. Ricardo e João agradeceram o convite do jornalista José Américo para participar desta entrevista e salientaram que os meios de comunicação têm um papel fundamental para a difusão da ciência, da cultura e da educação em nosso país.

As sessões de cinedebates são regularmente organizadas por bolsistas orientados pelo professor Ricardo Plaza, no âmbito do programa de extensão “Cinedebate e atividades de educação científica e cultural”. Seu objetivo principal é realizar reflexões críticas sobre história, ciência e cultura, envolvendo filmes e documentários selecionados com este propósito, bem como ampliar o repertório cultural e cinematográfico por parte dos alunos e do público em geral. Todas as sessões de cinedebates são gratuitas e abertas para quaisquer interessados, tanto da comunidade interna, quanto da comunidade externa ao IFSP; não é necessário fazer inscrição prévia: basta estar presente no auditório no início da exibição. Por sua vez, as atividades e palestras de educação científica do programa de extensão “Cinedebate e atividades de educação científica e cultural” são ministradas pelos bolsistas para a comunidade de alunos de escolas da região. As bolsas deste programa de extensão são financiadas por recursos da Pró-Reitoria de Extensão (PRX) do IFSP. Gestores e professores de escolas públicas que desejarem que os alunos de suas escolas participem de tais atividades (cinedebates ou palestras científicas) devem entrar em contato com o professor Ricardo Plaza, no próprio IFSP ou por telefone, de modo a juntos definirem os detalhes.

registrado em:
Fim do conteúdo da página