Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Prêmio CNPq

Licenciando em Matemática é indicado ao Prêmio Destaque de Iniciação Científica

Publicado: Terça, 12 de Março de 2019, 10h32 | Última atualização em Terça, 12 de Março de 2019, 10h32

O estudante João Pereira Neto do curso de Licenciatura em Matemática do câmpus de Caraguatatuba do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) foi indicado para concorrer à Edição de 2017/2018 do Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, órgão do governo federal) para a grande área de Ciências Exatas, da Terra e Engenharias, na categoria Bolsista de Iniciação Científica. A este prêmio concorrem projetos de pesquisa de iniciação científica e tecnológica realizados no período de agosto 2017 a julho de 2018. João neste período desenvolveu o projeto de pesquisa de iniciação científica intitulado “Ondas Gravitacionais: uma análise sob a perspectiva da História da Ciência e do Ensino de Física” com bolsa do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) do CNPq. Esta indicação para representar todo o Instituto Federal de São Paulo (IFSP) ocorreu por decisão da Pró-Reitoria de Pesquisa (PRP) da instituição. João Pereira Neto foi orientado pelo Prof. Dr. Ricardo Roberto Plaza Teixeira (docente do IFSP-Caraguatatuba) neste projeto de pesquisa.

 

Professor Ricardo Plaza e licenciando João Pereira Neto

 

João é estudante do curso de Licenciatura em Matemática, e ao longo de sua graduação, desde que iniciou o seu curso em 2014, foi orientado pelo professor Ricardo Plaza em cinco diferentes projetos de iniciação científica, intitulados: “Fundamentos da Física Moderna e Contemporânea e sua divulgação científica” (1º semestre de 2014), “História da ciência na educação científica: contribuições, metodologias e propostas” (agosto-2014/julho-2015), “Ensino de cosmologia e astronomia por meio de recursos audiovisuais e de telescópios” (agosto-2015/julho-2016), “História da Ciência, Física Moderna e Cosmologia: Uma Abordagem Interdisciplinar para a Educação Científica” (agosto-2016/julho-2017) e “Ondas Gravitacionais: uma análise sob a perspectiva da História da Ciência e do Ensino de Física” (agosto-2017/julho-2018). Todos estes projetos de iniciação científica foram desenvolvidos com bolsas ofertadas pelo CNPq, instituição de fomento sem a qual seria impossível ter realizado estes trabalhos.

Informações adicionais sobre o Prêmio Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica do CNPq, podem ser obtidas aqui. Cada instituição pode indicar o nome de um estudante em cada uma das categorias em que se divide a premiação. As Comissões Julgadoras nas diferentes categorias são compostas de membros da Academia Brasileira de Ciências (ABC), da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e do próprio CNPq. Os resultados deverão ser divulgados pelo CNPq até 24 de maio de 2019. A entrega dos prêmios para os agraciados ocorrerá durante a 71ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), a ser realizada em julho de 2019.

Durante a sua pesquisa desenvolvida entre agosto de 2017 e julho de 2018, João Pereira Neto aprofundou uma linha de pesquisa que já vinha realizando anteriormente: o estudo da importância da Gravitação para a compreensão contemporânea que temos do universo, inclusive destacando em suas apresentações de divulgação científica as diferenças nas abordagens de Newton e de Einstein a este respeito. A sua pesquisa investigou as possibilidades da realização de um trabalho de divulgação científica tendo como eixo condutor o estudo das Ondas Gravitacionais, uma área recente de pesquisa, pois a primeira detecção deste tipo de ondas ocorreu em 2015. Coincidentemente, em outubro de 2017, apenas dois meses após o início do trabalho de pesquisa desenvolvido por João Pereira Neto, o prêmio Nobel de Física de 2017 foi concedido para Kip Thorne, Rainer Weiss e Barry C. Barish, justamente pela descoberta das Ondas Gravitacionais. A premiação a estes pioneiros do estudo das Ondas Gravitacionais fez com que João decidisse se aprofundar ainda mais no estudo deste tema, inclusive analisando as possibilidades de transposição didática dos novos conhecimentos produzidos.

Este projeto de pesquisa, também dialogou com os outros dois tripés de qualquer instituição universitária de excelência, o ensino e a extensão. As atividades realizadas por João Pereira Neto se relacionaram de modo articulado com as ações (palestras, exibições de vídeos, observações do céu noturno com telescópios, etc) que ocorreram no âmbito do programa de extensão “Cinedebate e atividades de educação científica e cultural”, também coordenado pelo professor Ricardo Plaza nos anos de 2017 e 2018.

 

Apresentação de divulgação científica realizada por João Pereira Neto em escola pública de Caraguatatuba em outubro de 2017

 

A pesquisa de João Pereira Neto indicada ao 16º Prêmio Destaque (Edição de 2017/2018) destacou a relevância social da tarefa de estimular o interesse dos jovens pelo conhecimento científico, pois o progresso econômico e social está intensamente correlacionado ao desenvolvimento científico e tecnológico, e apontou caminhos para a melhoria dos padrões educacionais nas escolas de educação básica, especialmente no ensino das ciências naturais.

Em seus trabalhos de pesquisa de iniciação científica empreendidos desde 2014, João Pereira Neto realizou apresentações de cunho científico dezenas de vezes em escolas públicas em todos os municípios do litoral norte paulista, e inclusive em escolas do vale do Paraíba, sempre procurando despertar vocações científicas entre os jovens participantes destas atividades.

A participação de estudantes universitários em trabalhos de pesquisa de iniciação científica é fundamental tanto para o amadurecimento intelectual e acadêmico do próprio estudante, quanto para o desenvolvimento científico e tecnológico da instituição de ensino do estudante e, também, para a melhoria da qualidade dos cursos nos quais estes estudantes estão matriculados.

Fonte: Prof. Dr. Ricardo Roberto Plaza Teixeira

registrado em:
Fim do conteúdo da página