Ir direto para menu de acessibilidade.
Página Principal > Noticias > Alunos de Edificações visitaram obras do hospital regional em Caraguatatuba

Em destaque

Início do conteúdo da página
Visita Técnica

Alunos de Edificações visitaram obras do hospital regional em Caraguatatuba

Criado: Sábado, 07 de Outubro de 2017, 10h35 | Última atualização em Sábado, 14 de Outubro de 2017, 14h55

No dia 30 de setembro, sábado, os alunos do curso Técnico em Edificações do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Câmpus Caraguatatuba, realizaram visita técnica nas obras do hospital regional em Caraguatatuba. A visita foi conduzida pelos professores Elaine Barreto e Samir Fagury, sendo orientada pelo Engenheiro civil Gustavo Cantadori e pelo estagiário e aluno do curso técnico em Edificações do Câmpus Caraguatatuba Gabriel Santana.

Curso Técnico em Edificações realiza visita técnica nas obras do hospital regional em Caraguatatuba 1

Histórico das obras

As obras do Hospital Regional em Caraguatatuba tiveram início de julho de 2016. O vencedor da licitação foi o Consórcio CDG/Planova. O empreendimento será referência no atendimento hospitalar para a população das quatro cidades do Litoral Norte.

Seis empresas participaram da licitação pública para pleitear a realização da obra. A vencedora da disputa apresentou a proposta de construção do prédio pelo valor aproximadocurso-tecnico-em-edificacoes-realiza-visita-tecnica-nas-obras-do-hospital-regional-em-caraguatatuba de R$ 149 milhões, sendo que o investimento final será da ordem de R$ 250 milhões, entre obras e equipamentos.

A obra terá duração de 24 meses, com esta previsão de conclusão o Hospital Regional de Caraguatatuba deverá iniciar o atendimento à população no segundo semestre de 2018. Apresenta-se na foto a seguir o aspecto do hospital ao final das obras.

A área total de construção do hospital é de 25,3 mil m². A unidade hospitalar terá seis pavimentos e ainda contará com um heliponto. Serão 186 leitos operacionais, dentro os quais haverão 48 de clínica médica, outros 48 de clínica cirúrgica, 25 de ortopedia e traumatologia. 

Ainda estarão à disposição da comunidade local 25 vagas de neurocirurgia e 40 leitos de UTI adulto. O pronto-socorro do Regional será referenciado e especializado em casos de média e alta complexidade.

O terreno que abriga a unidade está localizado na região sul de Caraguatatuba, na área da Fazenda Serramar. Ele estará próximo ao anel viário da rodovia dos Tamoios, após as obras de duplicação da serra e construção dos contornos. O hospital deverá ser gerenciado por uma OSS (Organização Social de Saúde), que será definida ao final da obra, por meio de um processo de convocação pública.

 As obras do Hospital Regional Litoral Norte, em Caraguatatuba, SP, conquistaram, nas fases pré-projeto e projeto, a principal certificação internacional de sustentabilidade na construção civil, a AQUA-HQE (Alta Qualidade Ambiental) − de origem francesa e concedida no Brasil pela Fundação Vanzolini. O Hospital Regional Litoral Norte, que faz parte do Projeto de Fortalecimento da Gestão da Saúde do Estado de São Paulo, programa financiado pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e pelo Governo do Estado, será o terceiro empreendimento da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo a receber a certificação AQUA-HQE. Os demais hospitais em processo de certificação são o Hospital Regional de Registro e o Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em construção e reforma, respectivamente.

Entre as soluções de sustentabilidade do projeto, estão aquecimento de água por energia solar;  utilização de água de reuso nas bacias e jardins; teto verde; bicicletário; utilização de produtos sustentáveis, como piso de borracha ou marmoleum (fibra natural); pisos drenantes nas áreas externas; iluminação com lâmpadas LED; brises para redução da incidência solar nas faces Leste e Oeste; além do estudo prévio de implantação do hospital na malha urbana e do edifício no terreno, garantindo  acessibilidade ao empreendimento e otimização da climatização ao edifício.

 

Os professores Elaine Barreto e Samir Fagury, responsáveis por diversas disciplinas do curso, orientaram os alunos sobre a importância dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI), como capacetes e calçados adequados ao longo da visita, sendo estes alguns itens obrigatórios na participação das aulas práticas, tanto no Laboratório Integrado de Engenharia civil (LIEC), quanto nos canteiros de obras do câmpus.

A professora Elaine informa que “as obras do Hospital Regional representam um marco para região, não só pela tecnologia construtiva que está sendo empregada, mas também pelos quesitos de sustentabilidade propostos. Salientou ainda a importância da visita técnica para que os alunos possam ter a noção de uma obra de grande porte, e a utilização dos recursos técnicos que ainda não tínhamos visto na região.”

O professor Samir Fagury finaliza dizendo que ”as visitas técnicas ajudam a reforçar o conteúdo que é estudado em sala de aula, e sem dúvida este tipo de obra colabora sobremaneira para a elucidação de dúvidas, não só percebendo que os ensinos teóricos são complementares aos práticos, bem como servindo de motivação ao estudante para visualizar a escolha de uma futura profissão”.

O IFSP Câmpus Caraguatatuba, através dos professores do curso Técnico em Edificações, agradece ao técnico em Edificações da pedreira Massaguaçu Marcio Cordeiro Arruda, aos diretores e funcionários do Consórcio CDG Planova, na pessoa do Gerente de Contrato Sr. Klaus Wilhelm, e aos ensinamentos compartilhados com nossos alunos e futuros profissionais da região.

registrado em:
Fim do conteúdo da página