Estudantes assistem à palestra de pesquisadora que visitou o Continente Antártico


Como parte da programação da Semana do Meio Ambiente, a escola municipal Solange de Paula, na Enseada, na Costa Norte de São Sebastião, promoveu uma palestra “A pesquisa na Antártica: Participação Brasileira”, na última semana.

De acordo com a diretora da unidade escolar, Helaine Moreira de Alcântara Soares, esta iniciativa visa alertar sobre a importância da preservação ambiental, conhecer a importância de pesquisas científicas e ampliar o conhecimento sobre o mundo.

A palestrante, professora doutora Samara Salamene, do Instituto Federal de Caraguatatuba, apresentou sua pesquisa realizada na Antártica, enfatizando a importância do “continente gelado” como regulador térmico do planeta, já que controla as circulações atmosféricas e oceânicas, o que influencia o clima e as condições de vida no planeta.

A professora também explicou sobre a participação e a missão brasileira na Antártica, uma vez que o monitoramento ambiental é de extrema importância para a humanidade. Entre outros assuntos, ela citou como relevantes a vigilância relativa à evolução do buraco na camada de ozônio, vegetação, aves e vida marinha.

A coordenadora pedagógica, Claudete Maria de Paulo Cruz, afirmou que a palestra foi muito significativa para os alunos, pois possibilitou uma melhor compreensão das questões sobre mudanças climáticas que afetam o nosso país e o mundo. “Além disso, é importante aprofundar nossos estudos sobre o continente que possui a maior reserva de água doce do planeta”, destacou ela.

Para as alunas Sofia Carvalho De Almeida, 5º ano, e Isabella Guedes Dos Santos Mathias, 4º Ano, esta experiência contribuiu para conhecerem a importância da preservação do meio ambiente para a vida no planeta: “Aprendemos sobre a Antártica, aquecimento global, poluição, camada de ozônio, animais e outros, foi muito bom”, comentaram.

Créditos das fotos: Divulgação|PMSS
Fonte: DEPCOM|PMSS